Os Muitos Nomes do Amor, de Dorothy Koomson (opinião)

terça-feira, julho 17, 2018


Sinopse:
   Será possível termos um futuro sem conhecermos o nosso passado?
   Clemency Smittson foi adoptada em bebé, e a única ligação à mãe biológica é um berço de cartão com borboletas pintadas à mão. Agora adulta, e em constante conflito com sentimentos de perda e rejeição, decide mudar drasticamente de vida e voltar a Brighton, a cidade onde nasceu.
   Mas Clem não sonha que é lá que vai encontrar alguém que sabe tudo sobre a sua caixa das borboletas e a verdadeira história dos seus pais biológicos.
   E quando percebe que nem tudo é o que parece, e que talvez tenha sido injusta com aqueles que mais a amam, haverá tempo para recuperar o que foi perdido?

Opinião:
   Sei que este livro já saiu há bastante tempo mas só agora tive oportunidade de o ler. Esta é a escritora favorita da minha melhor amiga, e por isso acabo por nunca comprar os seus livros pois ela empresta-mos sempre.
   Comecei a história com expectativas muito elevadas e acabou por realmente não me desiludir. Gosto muito da forma de escrita da Dorothy e este livro mais uma vez vem provar-nos que esta autora consegue sempre prender-nos da primeira à última página, mesmo que as páginas sejam muitas.
   Este livro apresenta-nos Clem, a personagem central, que é uma mulher muito forte, lutadora e determinada. Contudo, devido à sua história de vida ainda não se encontrou a si mesma e procura o seu lugar no mundo, sentindo sempre que nunca pertence a parte alguma.
   É quase impossível não simpatizarmos com esta personagem, foi sem dúvida uma as minhas personagens favoritas criadas pelas Dorothy. Penso que a sua história de adopção está muitíssimo bem relatada e que tanto os factos de vida como a nível sentimental se encontram muito próximos da realidade, e isso foi algo que me surpreendeu e agradou imenso.
   Adorei a forma como a história nos vai sendo revelada, como no início parece não existir ligações entre os diferentes personagens mas depois todos se encontram interligados. Considero também muito interessante a mistura entre os factos do passado e do presente, que se vão revelando aos poucos para compor toda a narrativa, tornando a história ainda mais cativante.
   Além da adopção, este livro conta ainda com outros temas fortes mas bastante interessantes, tais como: racismo, eutanásia, traição, ciúme, inveja, choque de culturas e costumes, bem como o verdadeiro significado de família.
   A parte mais estranha para mim foi mesmo a relação da Clem com o marido e a forma como isso tem impacto na sua vida e nas relações que poderia ter construído posteriormente. Não é uma relação muito saudável e acaba por não acrescentar muita coisa à história.
   Ainda assim, de um modo geral, este é sem dúvida uma dos meus livros favoritos desta escritora. Recomendo a sua leitura, não só a todos os fãs da escritora mas, essencialmente a todos os fãs de um bom romance com factos reais, com situações e sentimentos que poderiam ser vividos por qualquer um de nós, e que nos deixam a reflectir sobre os nossos valores e sobre qual seria a nossa posição nessas mesmas situações.

Classificação:

Poderá também gostar de…

2 comentários

Arquivo do blogue

Ganhe dinheiro online

A autora deste blog diz

 photo 4df5ac71-4249-4446-b2f6-16f8fbf99138_zpszhyndcg4.jpg