My Memories, My World

Sinopse:
    Um professor universitário vê-se envolvido num ato terrorista de dimensão mundial. As autoridades intervêm e interrogam-no. Mas enquanto as primeiras respostas começam a surgir, uma dúvida persiste: por que motivo continua ele a mentir?
    Lisboa desperta para um cenário aterrador. Um bombista suicida barrica-se no interior de um autocarro e o novo primeiro-ministro é encontrado morto. Ao mesmo tempo, uma jornalista tão bela como deter- minada recebe um ultimato de um ente querido — é sua responsabilidade descobrir toda a verdade.
    Os Serviços Secretos portugueses reúnem provas e concluem que uma célula terrorista adormecida está pronta a ressurgir. Com um evento internacional a aproximar-se, pedem ajuda a Afonso Catalão, um reputado especialista em Ciência Política e Estudos Orientais, que já viveu no Médio Oriente. Mas é aí que acabam por deparar com um poço de mistérios e meias-verdades ainda mais negras do que o novo ataque que está prestes a acontecer.
    Passado durante os 30 dias do Ramadão, abordando temas atuais como a xenofobia e o racismo, A Célula Adormecida transporta-nos numa viagem deslumbrante por locais como Istambul, ou o interior da Mesquita Central de Lisboa. Inovador entre o género dos thrillers religiosos, este é não só um livro de leitura compulsiva e voraz, como também uma incursão temerária aos segredos mais recônditos da vida privada de um homem.

Opinião:
    Já há algum tempo que ansiava ler este livro mas ainda não tinha surgido a oportunidade. Agradeço desde já à Cultura Editora e ao autor Nuno Nepomuceno por me terem dado oportunidade de viver esta experiência fantástica que foi mergulhar na história deste livro.
    Sou sem dúvida uma apreciadora de capas, não compro o livro pela capa, mas se a capa for bonita o livro é mais atrativo no seu todo, por isso posso afirmar que esta capa é, na minha opinião, um complemento perfeito à história pois é chamativa, bonita e harmoniosa. Não li a versão anterior deste livro, mas vi a capa e confesso que acho a capa actual mil vezes melhor.
    A escrita deste autor é extremamente rica, envolvente e carregada de mistério, sendo muito fácil para mim ser transportada para dentro das histórias que escreve. Este livro conta realmente com todos estes ingredientes e fica sempre a prometer mais e mais, dando vontade de devorar capítulos rapidamente e levando-nos numa viagem alucinante.
    Os temas abordados, entre eles terrorismo, xenofobia e racismo, são muitíssimo pertinentes, polémicos e actuais, e penso que estes contribuem para tornar este livro ainda mais interessante no seu todo e fazer desta história uma leitura quase obrigatória para os dias que correm. 
    Apesar de ser uma história de ficção, retrata muitos factos reais o que, não só demonstra o excelente trabalho deste autor, como também nos deixa a pensar na possibilidade desta história ser um dia convertida em realidade. 
    Este é sem dúvida um livro que encaixa em diversos tipos de leitor e em diversos gostos literários, mas recomendo especialmente esta leitura a qualquer fã de policiais e thrillers. Acima de tudo espero que tenham oportunidade de ler, se não este, outro livro deste autor pois vão com certeza ficar maravilhados e serão horas de viagens inesquecíveis, tudo isto da forma mais segura possível sem sair do lugar! 
    Quanto a mim, tenho a certeza que este não será o último livro que leio de Nuno Nepomuceno, pois já estou ansiosa por pegar noutra obra deste autor. 



   Vamos ao último post de 2019? 
   Ao contrário de 2018, o ano que está a terminar foi um ano maravilhoso para mim. 2019 entrou de mansinho, não lhe coloquei muitas expectativas, mas na verdade acabou por ser simplesmente fantástico, cheio de momentos marcantes e importantíssimos. 
  Espero trazer em Janeiro um post com os melhores momentos de 2019, mas posso já adiantar que foi um ano que me preencheu a nível profissional, familiar e pessoal. Consegui superar-me e desafiar-me a mim mesma, alcançando metas que ambicionava e transpondo outras que nem tinha planeado.
   O meu desejo para 2020 é que, se não puder ser melhor, seja pelo menos igual a 2019. Que os meus sonhos continuem a crescer e a serem trazidos para a realidade e que eu procure ser sempre mais e melhor, sem nunca desistir, rodeada sempre de todos os que amo.
   Eu sei que o blog tem andado abandonado, não sei se conseguirei mantê-lo muito actualizado em 2020 mas prometo ir passando por aqui de vez em quando, para dar sinal de vida!
   Desejo a todos vocês, que me acompanharam durante 2019, um excelente ano novo com tudo aquilo que mais anseiam alcançar. Acima de tudo, desejo muita saúde, amor e paz pois estes factores são essenciais na nossa vida! 
   Aproveitem bem as últimas horas de 2019 e entrem nesta nova década com muita determinação, esperança e diversão, junto daqueles que mais amam.
   Até 2020...

   Olá a todos! 
   Sei que o blog tem estado abandonado, e talvez fale um pouco sobre isso no balanço de fim de ano, mas não podia deixar de vos desejar um Feliz Natal junto daqueles que mais amam e com tudo aquilo que mais desejam.
   Nunca esqueçamos que mais importante que dar presentes é estar presente e desfrutar da presença de quem amamos. 
   Feliz Natal!

   O passatempo "Sentimentos com Memória", onde tinha para vos oferecer um exemplar do  meu livro de poesia, chegou ao fim no passado dia 31 de Outubro e venho partilhar hoje convosco o vencedor.
   A adesão ao passatempo foi muito boa e espero que o vencedor goste deste livro tão especial para mim.
   Sem mais demoras, o vencedor do passatempo foi... a Alexandra Guimarães! Muitos Parabéns! Em breve receberá um email para que me forneça os seus dados, de modo a que eu possa enviar-lhe o prémio.


   Muito obrigada a todos por participarem!
Até breve...