Frases Literárias de Dezembro


   Na semana passada mostrei-vos as minhas aquisições e agora está na altura de vos dar a conhecer a minha frase favorita de cada uma das minhas leituras de Dezembro, e as palavras que penso que melhor descrevem esses livros.
   No mês passado, tive a oportunidade de ler 5 livros, menos um que no mês anterior, nenhum deles em formato ebook. 
   Gostei de todos os livros que li mas dou especial destaque para o livro "O Olhar de Sophie". É um livro muito bonito, com uma história cativante que alterna entre passado e presente, deixam-do-nos cheios de vontade de devorar capítulos para descobrir o seu final. Neste momento posso afirmar que estou rendida à escrita da Jojo Moyes!
   Em Dezembro, não tive assim nenhuma grande desilusão com as minhas leituras. Ainda assim, esperava um pouco mais do livro "Há sempre uma primeira vez", de Margarida Rebelo Pinto. Penso que o facto de serem textos separados, e não uma história conjunta, acabou por não me cativar tanto como outros livros desta autora.
   Deixo-vos então as frases escolhidas das minhas leituras de Dezembro que se encontram, como já é habitual, apresentadas pela ordem em que li os livros.

1. "Follow Me Back", de A. V. Geiger
Frase: "Sinto-me como se tivesse passado os últimos três meses a trepar para encontrar uma saída de um buraco escuro e profundo, e simplesmente perdi o controlo e caí no fundo outra vez."
Numa palavra: obsessão.

 2. "O Olhar de Sophie", de Jojo Moyes
Frase: "Esta era a história das nossas vidas: pequenas insurreições, minúsculas vitórias, uma breve oportunidade para ridicularizar os nossos opressores, pequenos barcos de esperança a flutuar num imenso oceano de incerteza, privação e medo."
Numa palavra: quadro.

3"Há Sempre Uma Primeira Vez", de Margarida Rebelo Pinto
Frase: "E para quem não sabe estar só, o melhor é ir aprendendo. Mais vale só do que acompanhado por um alguém qualquer que tanto podia estar ao nosso lado como ao lado de outro alguém. Refugo, só nas lojas de velharias."
Numa palavra: reflexões.

4. "A Química dos Nosso Corações" de Krystal Sutherland
Frase: "Porque eu nunca tinha percebido que nos podemos apaixonar por pessoas da mesma forma que nos apaixonamos por canções. Como a melodia delas, uma melodia desconhecida para nós, pode não nos dizer nada ao princípio, mas, rapidamente, torna-se numa sinfonia tatuada na nossa pele; um hino a soar no intrincado das nossas veias; uma harmonia gravada no revestimento da nossa alma."
Numa palavra: adolescência.

5. "Paixão Sem Limites" de Abbi Glines
Frase: "Eu nunca fui de prometer nada. O que eu sabia sobre promessas era que elas eram fáceis de quebrar."
Numa palavra: segredos.

   Como foram as vossas leituras no mês de Dezembro? Já leram algum destes livros ou ficaram curiosos para ler? Contem-me tudo nos comentários.
    Até breve...

1 comentário:

  1. Gostava muito de ler "O Olhar de Sophie" e "A Química dos Nossos Corações".

    ResponderEliminar