Nós, vida - Álvaro Cordeiro (opinião)



Sinopse:
   Ivo tem cinquenta anos e é médico. Lara é a sua mulher, são casados há vinte e quatro anos. Rico é escritor e tem a idade de Ivo. Max, Míria e Milo são irmãos, com idades descendentes pela ordem indicada, sendo Max o mais velho, com vinte e um anos. Nora, Dino e Túlio parecem ter a idade de Max, embora Túlio seja mais velho nas dores da existência e Nora mais nova na pureza dos sonhos. Anísia, Lígia e Narda já passaram os vinte e cinco anos, cada uma de maneira diferente.
   E Nina, quem é?…
   Vivem todos na cidade dos homens, que é o único espaço que conhecem onde seja possível existir. Mas vivem todos também num outro espaço, mais interior. Ainda que, porventura, nem todos tenham consciência disso, porque desconhecem que seja possível ser fora da existência. Ou para além dela.
   Este livro é sobre eles, sobre a vida deles, o que significa que não é sobre nada disto.
   É sobre a vida. É sobre nós.

Opinião:
   Este livro foi uma agradável surpresa e uma das minhas melhores leituras do mês de Janeiro. O que me chamou à atenção em primeira instância foi a belíssima capa pois adoro vermelho e rosas com essa cor. O interior do livro também é belíssimo, adoro o design e a forma como estão separados os capítulos. Mas ao ler a sinopse, nada me poderia preparar para o maravilhoso livro que tinha em mãos. 
   No início os personagens parecem dispersos mas, à medida que a história vai avançando, começamos a perceber como é que estes se encontram ligados entre si, e as suas próprias histórias cruzam-se formando laços inesperados entre eles. A meu ver, é como se tivéssemos várias histórias dentro de uma só história!
   É sem dúvida um livro incomum, cheio de analogias e metáforas interessantes que nos levam a reflectir sobre questões existenciais, a vida e o amor. A escrita é extremamente cativante, única, e com um toque de poesia e teatralidade, onde vão ainda surgindo diversas referências musicais a excelentes bandas. 
   O livro tem tantas frases inspiradoras que foi extremamente difícil escolher uma só frase para o meu desafio mensal das frases literárias, senti que poderia ter escolhido mais do que uma mão cheia delas pois identifiquei-me com incontáveis citações ao longo da história.
   Apesar de ter adorado este livro, devo dizer que não é um livro de leitura óbvia e é preciso ser interpretado pois, nesta história, não chega apenas ler as palavras escritas, é preciso ir mais longe e pensá-las. Muitas vezes a descrição das coisas mais simples transforma-se em poesia neste livro.
   Ainda assim, foi um livro que li em apenas um dia e por isso considerei-o de rápida leitura. Penso que esse facto se deve à história nos prender de tal forma que é quase impossível fechar o livro sem chegar ao fim. 
   Recomendo este livro a todos os que amem ler e que queiram ter na sua estante algo surpreendente e invulgar! 

   Recordo que este livro se encontra a passatempo aqui no blog até ao dia 14 de Fevereiro. Podem participar aqui.

1 comentário:

  1. Parece ser interessante, gosto desse tipo de livros. Adorei o blog. ;)

    ResponderEliminar