O Ressurgir dos Eternos Titãs, de R.C. Vicente (divulgação)

Data de publicação: Agosto de 2017
Número de páginas: 606
Colecção: Mundo Fantástico
Género: Literatura Fantástica

Sinopse
   Nas terras dos Gémeos Indomáveis, os descendentes dos filhos dos Deuses vivem sob a forma humana após o enclausuramento dos seus verdadeiros seres... os Titãs...
   Durante séculos não se vira um Titã na sua forma original, até que, na Batalha do Vale dos Ursos, Wilmarione Von Rimer de Rokkya libertara a sua verdadeira forma e sobrevoara os céus como um enorme dragão branco. Porém, há muito que a grande rainha partira para os Jardins dos Deuses e já se contavam três gerações de Von Rimer depois da sua morte. Três gerações sem nenhum eterno que tivesse sido capaz de libertar sua forma original.
   Mas, agora, os ventos começavam a trazer consigo cânticos de guerra e na família da grande rainha rokka começava a formar-se uma tempestade que poucos seriam capazes de controlar.
   No fim, iria ser cada um por si só contra o poderoso Império de Karkalis. E entre guerras, alianças, traições, amores, injustiças e novas amizades, os Titãs iriam... Ressurgir.
   Até na mais negra e sinistra das criaturas, na mais cruel e maldosa, se pode encontrar uma centelha de luz. Mas nunca o contrário.

R.C. Vicente 
   Nasceu a 20 de Setembro de 1995 na cidade de Santarém, Portugal. 
   Por volta dos seus cinco anos começou a criar as suas primeiras histórias. Contos esses que se desenvolveram com o passar dos anos e deram origem a As Crónicas de Amindrius, Bérnia e Efendes. 
   Passou quatro anos da sua vida em Espanha, onde se tornou fluente em castellano. E com quinze e dezasseis anos, já em Portugal, venceu dois primeiros prémios literários na sua cidade. Participou ainda em diversas iniciativas literárias. 
   O Ressurgir dos Eternos Titãs é a sua primeira obra e o primeiro volume de As Crónicas de Amindrius, Bérnia e Efendes.

0 comentários:

Enviar um comentário